Metas SMART: como aplicar o conceito na sua empresa?

Empreender, ser mais organizado, se alimentar melhor e fazer atividades físicas são algumas das principais metas estabelecidas pelos brasileiros, mas você sabia que apenas 8% das pessoas conseguem realizar seus objetivos?

São muitas as razões para esse alto percentual de não cumprimento das próprias metas: falta de planejamento, não definir objetivos que sejam fáceis de alcançar e não ter clareza de cada propósito são algumas delas. Mas, isso não precisa acontecer com você e com o seu negócio, certo?

Neste artigo, você vai saber quais são os passos necessários para realizar seus objetivos com sucesso ao aplicar o conceito de metas SMART. Quer saber o que é isso e como funciona? Continue a leitura e boa prática!

O que são as metas SMART?

Metas SMART são técnicas elaboradas de forma eficiente para facilitar que os propósitos sejam cumpridos tanto no âmbito pessoal quanto profissional. A palavra “SMART”, em português, significa inteligente. Logo, as metas SMART são ferramentas inteligentes elaboradas para alcançar determinado objetivo.

A técnica surgiu em 1981 e foi criada por George T. Doran. Desde então, vem sendo adotada por pessoas do mundo todo a fim de alcançarem êxito em seus planos. Afinal, sabemos que, quando se trata de atingir metas, de mudança de hábitos ou de elaborar um bom planejamento, todo o esforço extra para alcançá-los deve ser minimizado.

As iniciais dos termos Specific (Específico), Measurable (Mensurável), Attainable (Atingível), Realistic (Realista ou Relevante) e Time (Tempo ou Prazo) formam o conceito de SMART. Entenda, a seguir, como funciona cada umas dessas expressões e como pode colocar em prática no seu próximo plano.

Como aplicar ou criar metas SMART para sua franquia?

Quando se trata de traçar objetivos que podem definir a trajetória e o sucesso da empresa, toda estratégia deve ser muito bem elaborada, pois há uma série de coisas envolvidas como dinheiro, lucros, envolvimento das equipes e o tempo de cada um para fazer o que é necessário.

Utilizando as palavras que compõem as metas SMART, é fundamental ter em mente que cada propósito deve ter sua elaboração dividida em partes. Confira com as metas devem ser montadas no todo.

Específicas

É a primeira letra da expressão que compõe a técnica, Specific. Especificar uma meta é não deixar margem para dúvidas ao defini-la. Quanto mais específico e detalhado for o objetivo, mais ele será claro, contribuindo para que ninguém se perca no caminho ao tentar conquistá-lo.

Por exemplo, você precisa aumentar a lucratividade de determinado setor da empresa. O ideal, ao aplicar o conceito de metas SMART, não seria propor um aumento do lucro da área de vendas, mas aumentar o lucro em x% da área de vendas. Percebeu como ela é mais específica e como isso pode ajudar a traçar o restante do plano?

Mensuráveis

Como será a mensuração da meta para saber se foi alcançada ou não? Será por meio de indicadores informatizados, de ferramentas utilizadas na rotina do trabalho? É fundamental ter em mente o que deverá ser gerenciado e como isso vai acontecer de fato.

Além disso, é importante ressaltar que, desses dados que serão mensurados, devem ser retiradas amostras antes de iniciar o planejamento para o alcance da meta, pois só assim você entenderá o histórico desses números para entender o processo.

Um exemplo é quando você precisa reduzir custos internos da sua franquia. Antes de estabelecer um plano, deve ter em mente quais são as despesas e quanto pode reduzir em cada área para, depois, saber como mensurar o resultado alcançado.

Atingíveis

Por mais tentador que seja traçar metas ousadas, é fundamental sonhar com o pé no chão, atentando-se para a realidade. Do contrário, são maiores as chances de frustração e, consequentemente, de não alcançar o seu objetivo.

Porém, nada impede que você trace metas maiores, com números arrojados. O fundamental é sempre ter bom senso. Quer aumentar a produtividade de um setor em 50%? Tenha em mente se os colaboradores já estão trabalhando no limite da carga horária, por exemplo, ou se a meta está agressiva demais para o momento.

Relevantes

O motivo de traçar determinada meta deve ser claro. Caso contrário, corre-se o risco de lidar com algo que não é tão relevante para a empresa ou ainda deixar de atender prioridades que podem não ser vistas em um primeiro momento.

Um plano de negócios deve ser elaborado porque tende a aumentar o crescimento ou lucratividade da empresa ou é pelo fato de contribuir para que os funcionários se sintam mais satisfeitos internamente?

Ao analisar sobre a relevância de um objetivo, fica muito mais fácil colocá-lo em prática e não correr o risco de perder tempo com algo que não precisa ser executado.

Temporais

Por falar em tempo, é difícil pensarmos em um ativo mais importante que esse, não é verdade? Como ele está presente em tudo o que fazemos, deve ser otimizado ao máximo para obtermos o sucesso esperado ao traçar uma meta.

No aspecto temporal, quando falamos em metas SMART, devemos ter em mente qual será o prazo necessário para a realização do objetivo, bem como em quais períodos de tempo cada etapa do processo deverá ser realizada.

Esse fator se relaciona muito bem com o fato de a meta precisar ser atingível também. De nada adianta estabelecer o plano de aumentar as taxas de conversão de vendas em 15% em alguns dias, sendo que, para obter êxito nesse quesito, você sabe que levará um tempo maior.

E o contrário também deve ser observado. Não adianta colocar um prazo para realização de algo voltado para o bem-estar dos funcionários com o que eles já não precisam mais. O time certo deve ser avaliado como algo para ser realizado no tempo necessário de modo eficaz.

Falamos, neste artigo, em elaboração de metas e em como cada um desses aspectos é fundamental para obter êxito no planejamento da sua empresa. Contudo, nada impede que você também aproveite as dicas das metas SMART para aplicá-las em objetivos pessoais, afinal, qualquer plano deve ser bem-executado quando se quer ter sucesso.

Gostou deste post? Então aproveite o final da leitura deste artigo e aprenda mais sobre um assunto muito importante para todo empreendedor: como montar planos de ação dentro da sua empresa. Abordamos quais são os passos simples que você precisa conhecer. Boa leitura!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *