Custos fixos e variáveis: o que são e como calculá-los?

Você sabia que o Brasil tem 5,3 milhões de empresas inadimplentes atualmente? Esse dado é divulgado pelo Serasa Experian e aponta que os empreendedores estão com problemas sérios de administração de caixa, segundo os economistas.

O primeiro passo para criar um planejamento financeiro e ter uma gestão saudável está em compreender a administração dos custos do negócio. Depois desse entendimento, fica mais fácil organizar o orçamento e investir de maneira estratégica para o negócio crescer.

Neste artigo, você vai descobrir o que são os custos fixos e variáveis, quais são as diferenças entre eles e como calculá-los. Confira!

O que são custos fixos?

Os custos fixos são aqueles em que seu valor é constante e independente do aumento ou diminuição da capacidade produtiva. Eles têm valores fixos e estão relacionados à estrutura do negócio e manutenção do ambiente. Alguns exemplos:

  • aluguel;
  • limpeza e conservação;
  • salários administrativos;
  • internet fixa.

O que são custos variáveis?

Já os custos variáveis são o oposto dos fixos e estão diretamente relacionados à produção do negócio. Isso significa que podem sofrer alterações no valor à medida que as vendas aumentam, ou seja, quanto maior forem as propostas fechadas, maior também serão esses gastos. Por exemplo:

  • comissões de vendedores;
  • conta de telefone comercial;
  • impostos sobre o rendimento da empresa;
  • materiais relacionados à venda.

Essa diferenciação é de suma importância para calcular o valor da operação do seu negócio. Assim, você saberá para onde os gastos são direcionados a fim de compor o preço da venda.

Como diferenciar custos fixos e variáveis?

A classificação de cada custo varia conforme a atividade do negócio, portanto, a melhor maneira de identificar isso está na resposta para a seguinte pergunta: “quais são os gastos que sobem proporcionalmente ao número de vendas?

Por exemplo, em uma agência financeira, os gastos com materiais de escritório podem ser interpretados como custo variável, pois, quanto maior o número de clientes, maior será a quantidade de impressões, toners e carnês para atender à demanda. Isso significa que a conta de papelaria vai aumentar.

Quando os custos são fixos e variáveis ao mesmo tempo

Também pode acontecer de um custo ser dividido entre fixo e variável, sendo denominado custo híbrido. Isso ocorre quando apenas uma parte da conta tem relação com as vendas do negócio.

Em alguns casos, os gastos com água e energia elétrica são considerados híbridos, porque, ainda que uma parte seja utilizada para manter a estrutura funcionando, esses valores podem sofrer influência à medida que a capacidade produtiva aumenta. 

Como calcular cada um deles?

Agora que você já sabe a diferença dos custos fixos e variáveis, calculá-los é muito simples. Basta fazer um somatório de todos os itens conforme a sua categoria. Confira o exemplo abaixo.

Custos fixos:

  • aluguel: R$ 2.000;
  • limpeza: R$ 500;
  • licenças de softwares: R$ 250;
  • contabilidade: R$ 1.000.

Custos variáveis:

  • publicidade e propaganda: R$1.000;
  • comissões: R$ 3.000
  • conta de celular: R$ 1.200;
  • impostos sobre vendas: R$ 3.500.

Segundo nosso exemplo, o subtotal dos custos fixos é de R$3.750, enquanto os variáveis são de R$8.700, gerando um custo total de R$12.450. Porém, com essa diferenciação, você terá informações reais de onde estão alocados os seus gastos.

Saber distinguir os custos fixos e variáveis do seu negócio requer uma visão estratégica importante para compreender a saúde financeira da empresa. Dessa maneira, você conseguirá elaborar seu orçamento para trabalhar a contenção de despesas e lidar com as instabilidades no mercado.

Além disso, ter um registro disciplinado desses gastos vai ajudar no estabelecimento de metas estratégicas ao se preparar para os cenários futuros.

Percebe a importância de saber esses dados para manter a rentabilidade do seu negócio? Então aproveite para se cadastrar na nossa newsletter e receber outros conteúdos como este em seu e-mail.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *