4 dicas essenciais para fidelizar clientes que você precisa conhecer

Uma das maiores riquezas de uma empresa, independentemente do seu tamanho, são os seus consumidores. Se o seu foco for fidelizar clientes, ela garantirá porta-vozes fortes, com potenciais de engajamento que vão atrair outros compradores e perpetuar a imagem positiva da marca.

Manter a fidelização deles custa mais barato do que conquistar novos consumidores. Afinal, se tornam compradores assíduos e com ticket médio cada vez maior. Entenda a seguir como fazer dos seus clientes seus maiores divulgadores.

A importância da experiência do cliente para fidelizá-los

Infelizmente, no mercado, qualquer produto ou serviço pode ser copiado e melhorado. Por isso, para fidelizar clientes a empresa deve primar pela experiência das pessoas com a marca, ultrapassando o limite da satisfação.

A fidelização é um processo de médio a longo prazo e contínuo para que se construa um vínculo afetivo entre marca e cliente. Por exemplo, sua empresa pode entregar o produto na metade do prazo prometido, como também, enquanto o cliente aguarda a embalagem da mercadoria que comprou, o vendedor pode oferecer um café, água ou outra bebida.

Demonstrar interesse em oferecer o melhor para eles conta pontos e traz uma nova experiência. Assim, quando precisar de algo que a empresa produz, sua marca será lembrada, até mesmo para ser dada como referência.

4 dicas fundamentais para garantir a fidelização de clientes

Há diversas formas para se conquistar os consumidores. Conheça quatro delas para implantar na sua organização.

1. Use a teoria da pirâmide invertida

Os clientes se encontram no topo da pirâmide invertida e todos da empresa trabalham em prol de sua satisfação e fidelização. Abaixo deles estão vendedores, líderes e gestores que sustentam o sistema e a estratégia de atendimento.

Essa cultura empresarial é voltada à excelência de atendimento, visando um relacionamento de qualidade, entendendo a relevância do SAC, ouvidoria, pesquisa de mercado etc.

2. Resolva o problema do cliente

Lembre-se da frase: “o cliente sempre tem razão!”. Não discuta com eles a respeito de suas reclamações e tenha uma visão estratégica. Procure saber o que causou insatisfação para agir a partir daí para solucionar o problema deles. Mostre-se verdadeiramente interessado em dar o suporte que estão precisando.

Ao atendê-los, imagine como seria se fosse com você, de que forma gostaria de ser tratado e ter seu aborrecimento resolvido. Um pós-vendas eficiente poderá até fazer com que o cliente esqueça a contrariedade obtida.

3. Priorize o bom atendimento

Cumpra tudo que você prometeu aos clientes, demonstre que realmente se interessa em resolver suas necessidades. Seja transparente, permitindo que tenham todas as informações que precisam para se decidirem por uma compra — inclusive, no momento da negociação. Uma relação construída na confiança proporcionará novas vendas futuras.

4. Coloque dicas para pós-vendas em prática

Coloque o pós-vendas em prática com as dicas a seguir:

  • “obrigado pela preferência!” — uma pequena frase gera empatia, estreitando a relação com os consumidores e com baixo custo;
  • pesquisa de satisfação tem o objetivo de mostrar o interesse pela opinião dos clientes para saber os pontos de atendimento, do produto ou serviço que precisam ser melhorados;
  • aproveite o pós-venda para manter contato, para que a relação entre empresa e clientes não se distancie;
  • realize programas de fidelidade, oferecendo benefícios capazes de agregar valor ao seu produto ou empresa, independentemente da compra;
  • use o Customer Success para acompanhar o desempenho das soluções dos problemas dos clientes.

A relevância da divulgação dos produtos/serviços pelo cliente

O termo-chave para esta ação é marketing de relacionamento. É aqui que os clientes entram ao serem os próprios divulgadores da marca, pois além de consumidores, se tornam fãs. No entanto, para isso é preciso oferecer algo a mais que eles não terão nos concorrentes.

Assim, eles passam a disseminar a marca gerando novas receitas, sendo elas até recorrentes. Se tornam influenciadores, chamando a atenção de seu grupo de amigos, familiares e demais pessoas para se tornarem clientes. É uma “bola de neve” crescendo positivamente.

Resumindo, as empresas precisam fidelizar clientes para sobreviverem ao mercado, se tornarem mais competitivas e perpetuarem suas marcas. É um processo um pouco demorado, mas que proporciona grandes repercussões. Com pequenos passos, já é possível sentir os resultados das ações.

Se você gostou das dicas, curta nossa página no Facebook e mantenha-se atualizado sobre esse e outros assuntos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *