EMPRESTA NA MÍDIA: Mercado de franquias cresce mesmo em períodos de recessão econômica

Crescimento do setor e aumento da concorrência: será que o franchising vai saturar?

Em meio a última crise vivida pelos brasileiros, o franchising se tornou um dos principais aliados da economia do país. Devido ao momento atual relacionado as consequências do surto mundial da Covid-19, este mercado torna-se novamente uma esperança para o meio econômico. Porém, se antes já existiam diversos concorrentes, o que esperar do futuro próximo?

Segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento de 2019 cresceu 6,8% em relação ao ano anterior. O relatório divulgado indica que o “Setor demonstra consistência e estabilidade mesmo diante de crescimento econômico moderado”. Esse é apenas um reflexo do crescimento que já vinha sendo observado nos últimos anos.

O gerente de rede de franquias da Empresta Bem Melhor, Douglas Andrade, comenta que as facilidades do franchising é o que sempre chamou atenção. “Imagine abrir o próprio negócio sem precisar se preocupar com todo o processo de construção. Ter o nome, a marca e os principais processos burocráticos já estabelecidos, além de suporte especializado e diversas outras vantagens. Basicamente, é isso que mais chama atenção para este meio”.

Concorrência

Como é de se esperar, cada dia mais pessoas optam pelo mercado de franquias e o medo de quem já está nesse meio é se o mercado vai sofrer com a temida saturação. “Neste momento, na realidade, este não precisa ser um medo tão grande. Existe espaço e milhares de opções, além de locais alternativos que não se resume apenas as grandes cidades, por exemplo”.

Faça diferente

Apesar de existirem diversas oportunidades, apostar em diferenciais nunca é demais. “Para isso, é necessária uma boa pesquisa que se aprofunde no público, na concorrência, no local e demais fatores estratégicos”, afirma Douglas Andrade.

Um dos pontos especiais refere-se a gestão eficaz. “É fundamental para o sucesso do negócio. Acompanhar as métricas do segmento, buscar mais conhecimento e aprendizado e entender o conceito do negócio são alguns dos pontos de partida para alcançar destaque em meio a outras franqueadas”.

Inovação é a palavra chave para se sobressair. “É preciso ter a preocupação de sempre estabelecer estratégias diferenciadas, sem cair no comodismo. Buscar alternativas pode ajudar a chamar mais a atenção do público mediante o plano de negócio já preestabelecido”, diz.

Longe de centros urbanos

Quando se fala em franquias, muita gente já pensa logo em cidade grande. Porém, outra vantagem do setor é que ele não se resume apenas a isso. “Um dos motivos pelo qual dificilmente iremos cair na saturação, é que as franquias podem prosperar tanto em cidades metropolitanas como em cidades menores”.

Empresta Bem Melhor

Especializada em soluções financeiras, a Empresta Bem Melhor é uma rede de franquias presente em 8 estados, além do Distrito Federal. Em seu diferencial destaca-se o suporte oferecido a todos os franqueados para se destacarem e criarem estratégias eficazes de expansão. Atuando na região metropolitana e no interior, a Empresta Bem Melhor mantém a possibilidade dos parceiros crescerem e movimentarem a economia local de suas cidades.

Link da reportagem: http://folharegional.jorweb.com.br/noticias/2020/04/mercado-de-franquias-cresce-mesmo-em-periodos-de-recessao-economica/

Perfil de franqueado: como saber se você possui?

O mercado de franquias tem crescido muito nos últimos anos. Prova disso são os dados obtidos da Associação Brasileira de Franchising (ABF) que demonstra um aumento de 7,1% de franquias abertas em 2018 em relação ao ano anterior. Contudo, para investir nesse setor, é necessário ter o perfil de franqueado.

A receita desse mercado movimenta mais de R$ 170 bilhões. Dessa forma, a franquia é altamente vantajosa, mas deve-se avaliar as características para atuar no segmento de franchising e ser bem-sucedido. Sendo assim, saiba qual é o perfil esperado e se você se encaixa nele. Boa leitura!

Quais as principais características do perfil de franqueado?

Quem determina as capacidades primordiais para determinada franquia é o franqueador. Para isso, é preciso saber quais as habilidades e competências necessárias, bem como conhecimentos, experiências e disponibilidade que o investidor deve ter para gerir o negócio, visto que um erro nessa etapa pode prejudicar todo o negócio e a marca. No entanto, os perfis dos franqueados são distintos de acordo com a franquia, mas há alguns que são comuns. Por isso, saiba abaixo quais são e se estão adequados a você.

Ser disciplinado

Disciplina é essencial para tudo na vida, e no ramo de franquia não é diferente, porque o sucesso dependerá também de seu comprometimento. Isso é importante devido ao modelo de negócio estabelecido pelas franqueadoras, que fazem um acompanhamento constante.

Há atividades que devem ser seguidas à risca como o design de ponto de vendas, balanços financeiros, atendimento ao cliente, manutenções e uma visão de negócio condizente com a marca. Dessa forma, não se pode descumprir as cláusulas nem o contrato.

Desenvolver um perfil de gestor

Nem todo franqueado tem perfil de investidor. O relevante é saber gerenciar a empresa e ser um líder para alavancá-la. Embora a franquia já tenha sua marca consolidada, bem como os produtos, ela não deixa de envolver riscos e comprometimento para que haja sucesso.

Desse modo, é necessário conhecer os conceitos de administração e marketing, gestão de despesas e custos, fluxo de caixa e táticas para fazer a marca crescer com segurança. Ou seja, na prática, terá de fazer o fechamento do caixa, o inventário do estoque, os relatórios financeiros, entre outras tarefas.

Ter organização

Esse ponto é primordial para atuar nesse setor. Antes de tudo, faça um planejamento de curto, médio e longo prazo, com metas e objetivos a serem alcançados. Não se esqueça de que eles devem ser tangíveis.

Além disso, tenha um orçamento para saber o quanto e como poderá investir em cada processo da aquisição da franquia. Uma dica é usar a tecnologia, pois existem aplicativos e recursos que ajudam a controlar as finanças e até mesmo a organizar sua agenda, aumentando a motivação. Outro exemplo é ordenar as documentações e guardá-las para quando precisar.

Focar em resultados

Como as franquias precisam de uma dedicação especial na linha operacional e no papel de gestor, manter o foco em resultados é considerada uma das competências mais relevantes de um empreendedor. Sendo assim, é importante entender que determinada coisa precisa ser feita no menor tempo possível e com ética para atingir o resultado.

Por exemplo, em seu planejamento, há a meta de vender X produtos no mês. Logo, para que os vendedores atinjam esse propósito, você deverá criar incentivos e proporcionar ferramentas para motivá-los a oferecer a mercadoria para mais clientes e desenvolver novas oportunidades de vendas. Por isso, é preciso também focar nos colaboradores, nas equipes e em líderes para alcançar o que é desejado.

Manter a estabilidade emocional

Estabilidade emocional significa saber gerenciar crises, como reclamações constantes de clientes sobre algo e ter um olhar direcionado para as oportunidades do negócio, bem como novas ideias para melhorar a franquia. Nesse quesito, entra uma boa comunicação entre franqueado e franqueador.

Portanto, caso não tenha algumas dessas habilidades solicitadas para o perfil de franqueado, é possível desenvolvê-las e melhorar as que já tiver. Dessa maneira, faça uma análise de suas capacidades e abra uma franquia com a qual se identifica.

Quer saber mais? Entre em contato com nossa franquia que daremos todas as informações necessárias.

Como equilibrar vida pessoal e profissional?

Apesar de muita gente saber que o tempo é um dos maiores bens que o ser humano pode ter, há inúmeras pessoas que se atrapalham no momento de separar a vida pessoal e profissional.

Afinal, com a velocidade cada vez maior no cumprimento das atividades do dia a dia, sempre é necessária uma organização para não deixar que o excesso de trabalho seja um limitador para a qualidade de vida.

De olho em sua saúde, vamos mostrar neste post dicas imperdíveis para você nunca perder o foco, mantendo sempre o bem-estar na rotina, seja no trabalho, em casa ou no lazer. Acompanhe!

O equilíbrio entre a vida pessoal e profissional

Sabe quando ficamos doentes? Sempre existem sintomas de que há algo estranho em nosso organismo, não é verdade? Com o comportamento é a mesma coisa.

Caso a sua esposa, filhos, amigos ou entes queridos estejam reclamando da sua ausência em datas especiais, em períodos festivos ou até mesmo em situações de lazer, pode ser um indício de que o trabalho está recebendo mais atenção do que outras áreas da vida.

Além disso, quando o desequilíbrio toma conta, muitas vezes acontecem discussões, o organismo fica adoecido, há exaustão, estresse, negação etc. De modo geral, os fatores externos mostrarão de que os rumos da vida não estão na linha certa.

Mas como evitar que o pior aconteça? Veja as dicas que separamos especialmente para você!

Organize ambas as suas agendas

Quem vive muito tempo na vida pessoal tem problemas na profissional e vice-versa. Como disciplinar isso? Uma boa sugestão é organizar as agendas de todas as atividades.

Sendo assim, separe as prioridades da semana e analise o que realmente é importante, urgente e superficial. Dessa maneira, certamente você vai manter a pontualidade e presença em situações que merecem atenção especial tanto na vida pessoal quanto profissional.

Seja flexível e delegue tarefas

Geralmente, as pessoas que mais ficam estressadas, ansiosas e achando que o tempo trabalha contra elas mesmas são as que têm dificuldade de delegar tarefas.

Isso se dá porque a centralização sobrecarrega e acaba fazendo com que o trabalho sempre esteja em primeiro plano, inclusive com a dedicação de tempo extra no dia a dia.

Por isso, vale a pena buscar a flexibilidade nas atividades — e a prática de confiar nos demais colaboradores é a chave para o sucesso. Ao dividir tarefas com pessoas que também são aptas a realizá-las, seu dia vai ficar bem mais leve.

Saiba dizer não no trabalho e em casa

Quem sabe dizer “não” consegue priorizar o que realmente é importante, e, consequentemente, se organiza melhor em torno do que deve ser feito. Afinal, é impossível cumprir todas as vontades próprias ou de quem esteja ao redor.

Sendo assim, trabalhe isso em você. Ao dizer não, a objetividade entra em cena com que tanto as prioridades da vida pessoal, quanto da vida profissional, sejam respeitadas. Ou seja: o equilíbrio torna-se uma prática, principalmente para quem vivencia o empreendedorismo!

Tenha metas bem definidas

Traçar metas bem definidas é uma dica fundamental para você equilibrar a vida pessoal e profissional.

Isso porque, ao ter em mente o que deve ser alcançado em um determinado período de tempo, você manterá a motivação e o foco em evidências, afastando situações que possam ser negativas para o objetivo final.

Assim, certamente a sua vida pessoal e profissional estarão sempre saudáveis, fazendo com que haja bem-estar e harmonia em todos os lugares onde a sua pessoa se fizer presente.

E você, já convive com o equilíbrio entre a vida pessoal e profissional? Quer ser ainda mais promissor? Então aprenda agora os segredos de uma mentalidade empreendedora!

A importância do empreendedorismo feminino no Brasil

Quem diria que as mulheres dividiriam a força do mercado de trabalho, após tantos anos sendo vistas, mundialmente, como donas de lares e que não podiam trabalhar fora? Além de se destacarem como empreendedoras, uma pesquisa feita pelo Sebrae, em 2019, revelou que essas donas de negócios assumem também, cada vez mais, o papel de chefes de domicílio.

Mesmo conciliando uma jornada dupla, que é a de cuidar da casa e do trabalho, as mulheres mostram que o empreendedorismo feminino no Brasil vem ganhando força e que há espaço para todas atuarem onde quiserem. Inclusive, em alguns segmentos, elas se mostram verdadeiras líderes, até em faturamento.

Continue a leitura para entender melhor!

Qual o panorama do empreendedorismo feminino no Brasil?

De maneira geral, o empreendedorismo vem ganhando força no país: hoje, são mais de 51 milhões de pessoas que abriram seus negócios por necessidade ou por oportunidade. De acordo com o estudo do Sebrae, de cada cinco adultos, dois são empreendedores.

Nesse sentido, a classe feminina vem ganhando representatividade no mercado. Hoje, há mais de 24 mil mulheres donas de negócios, distribuídas pelo Brasil. O cenário é reflexo de uma importante transformação social e cultural.

As mulheres estão entendendo que podem abrir qualquer tipo de negócio, transformar seus projetos em realidade e conquistar a independência financeira. Afinal, o mercado de trabalho também pertence a elas e esse movimento ganha cada vez mais força.

De que forma as mulheres podem atuar como empreendedoras?

Espaço para a força feminina é o que não falta! O motivo de os novos empreendedores, incluindo as mulheres, abrirem seus próprios negócios por necessidade está perdendo lugar para o fato de abrirem por enxergar boas oportunidades ou por encontrar sua vocação.

São vários os fatores que levam a isso: a busca pela realização profissional, as mudanças de paradigmas e de comportamento da sociedade e a transformação do mercado de trabalho. Grande parte das mulheres atua como empreendedora nas áreas da beleza, da moda e da alimentação, destacando-se nas áreas de comércio varejista de vestuários e como cabeleireiras e profissionais de tratamentos estéticos.

Franquias como alternativa

É crescente o número de mulheres que optam por abrir uma franquia para trabalhar com marcas que já são consolidadas no mercado. Esse modelo de negócio tem sido uma boa alternativa para as empreendedoras que querem alcançar a independência profissional começando do zero, porém contando com a experiência de quem já atua no segmento.

É uma proposta bem aceita no Brasil, pois representa mais segurança e melhores chances de dar certo, pois é um modelo que já está firme no mercado.

Um exemplo de que empreendedorismo feminino está encontrando espaço nesse segmento é que as mulheres lucram mais que os homens investindo em franquias. É um modelo de negócio promissor e que vem ganhando espaço na preferência dos novos empreendedores e empreendedoras por todo o país. Além disso, oferece diversas áreas de atuação, inclusive, no segmento econômico.

Gostou de saber que as mulheres vêm ganhando cada vez mais força como empreendedoras?Aproveite e compartilhe este conteúdo com outras pessoas nas suas redes sociais!

O que é preciso para escolher e abrir uma franquia de sucesso?

Que empreendedor não sonha em abrir uma franquia que dê certo? De olho no sucesso na hora de investir, veja neste infográfico dicas importantes para você acertar em seu negócio.

Pesquise bem o mercado e a franquia

Quem não está por dentro das tendências do mercado pode se sair mal. Pesquise os ramos que estão em alta e também a franquia que pretende adquirir.

Conheça o apoio oferecido ao franqueado

Antes de fechar negócio com uma franquia, observe o que é oferecido ao franqueado, de produtos a consultorias, em todos os momentos. Esse diferencial auxilia no sucesso do empreendimento!

Planeje as suas finanças

O planejamento é fundamental. Reserve um capital de giro para pelo menos oito meses. Assim, a sua franquia vai ter fôlego para sobreviver equilibrando receitas e despesas.

Escolha um ponto comercial atrativo

Cada franquia exige um determinado tipo de ponto comercial. Analise o seu mercado e escolha um local atraente e que esteja próximo do público-alvo.

Invista no atendimento ao cliente

De nada adianta um grande investimento se não houver atendimento de qualidade. Atualmente, os consumidores estão exigentes e dão preferência aos locais que estão sintonizados com seus desejos.

Domine o ramo de atividade

Dominar o ramo da franquia escolhida é essencial no sucesso do negócio. Portanto, um economista, certamente, se sairia bem como um franqueado de uma empresa de serviços financeiros.

Viu como é preciso fazer vários estudos antes de abrir uma franquia? Que tal conhecer uma empresa que é sucesso há mais de 20 anos no mercado? Então, entre em contato agora mesmo com um de nossos consultores e saiba mais!

 

EMPRESTA NA MÍDIA: FRANQUIAS- MERCADO É OPÇÃO PARA MULHERES CONQUISTAREM INDEPENDÊNCIA FINANCEIRA

Mulheres já são responsáveis por quase metade dos negócios do setor

O mercado de franquias continua em expansão nos últimos anos. Para se ter uma ideia, no segundo trimestre de 2019, o segmento cresceu 5,9% em relação ao mesmo período de 2018. E essa área está chamando muita atenção das mulheres, que, cada vez mais, optam pelo franchising como uma alternativa para abrir seu próprio negócio.

Hoje, de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF), as mulheres já são responsáveis por quase metade dos negócios desse setor e, entre os fatores que contribuem para o crescimento desse número, estão algumas características comuns entre elas, como maior habilidade de se comunicar e a presença de um comportamento colaborativo dentro do ambiente de trabalho.

Oportunidade

A possibilidade de flexibilidade de horários é algo que chama atenção tanto de homens quanto de mulheres, mas elas, muitas vezes, precisam associar o trabalho a outras tarefas ainda majoritariamente comuns entre o público feminino. “É bastante comum encontrar mulheres que desejam ter independência financeira, ou que após o período de licença maternidade, enfrentam dificuldades para reingressar no mercado de trabalho. Esses são apenas alguns dos motivos que despertam nelas o interesse em abrir o próprio negócio”, declara Douglas Andrade, gerente da rede de franquias Empresta Bem Melhor.

Por que investir no franchising?

Será que abrir uma franquia realmente é a melhor opção? Esse é um questionamento que muitas empreendedoras se fazem. O fato é que iniciar um negócio do zero requer inúmeros processos. Enquanto isso, no franchising, existe toda uma rede de suporte completa oferecida pela franquia que promove maior segurança para o empreendimento. “Isso também contribui para a estabilidade do negócio, já que os resultados dependerão principalmente da aplicação assertiva da marca e gerenciamento correto”.

Escolha certa

Porém, para realmente colher bons frutos, é preciso conhecer e ter alguma afinidade com o segmento da franquia. “É comum encontrar pessoas que decidem abrir negócios de segmentos que não possuem relação nenhuma com seus interesses e isso pode comprometer os resultados e, até mesmo, a qualidade do serviço oferecido”, completou o gerente. “Estar ciente da carga horária que será demandada pelo empreendimento também é indispensável para a escolha correta. E, claro, ter conhecimento dos custos necessários para começar e manter o negócio”, finalizou.

Motivação de funcionários na franquia: por onde começar?

Para obter sucesso em qualquer negócio, o empreendedor precisa oferecer recursos que contribuam com a motivação dos colaboradores. Afinal, eles serão uma espécie de cartão de visitas, pois estarão frente a frente com os clientes.

Com o objetivo de auxiliar a sempre manter um clima harmonioso dentro da franquia escolhida, selecionamos algumas dicas que devem sempre ser priorizadas em seu estabelecimento. Confira!

Por que a motivação de funcionários deve ser priorizada?

Funcionários motivados ajudam qualquer empresa a crescer. Isso porque eles trabalham com mais positividade, são gentis e se esforçam para encontrar soluções.

Assim, os clientes ficam mais satisfeitos, ocorre o aumento da produtividade, redução dos custos e otimização do tempo. No entanto, para atingir essa situação, o franqueado precisa tomar algumas atitudes, como as que mostraremos agora.

Ofereça benefícios extras

Além do salário, vale-alimentação e transporte, sempre é importante oferecer benefícios extras, como um plano odontológico ou médico. Pode ser ainda descontos em academias, clubes ou até um vale-cultura. Assim, a motivação dos funcionários estará sempre em evidência, pois eles se sentirão valorizados pela franquia.

Premie os melhores funcionários

Premiar o funcionário do mês é um excelente método para motivar a equipe. Dessa maneira, os colaboradores vão agir proativamente de olho no reconhecimento. É importante oferecer prêmios, como um abono no salário ou até um vale-compras.

Crie metas

As metas são importantíssimas para nortear o trabalho, inclusive projetando crescimento dos funcionários dentro da franquia. No entanto, é preciso ter cautela no momento de defini-las.

Isso porque elas podem ser motivo de frustração se não forem alcançáveis, podendo inclusive afastar os bons profissionais. Com isso em mente, crie metas desafiadoras, mas que possam ser alcançadas por quem se organizar adequadamente sem causar estresse ou outros problemas emocionais.

Ouça os funcionários

A motivação dos funcionários também necessita que o gestor ouça o outro lado. Portanto, lembre-se sempre de se atentar aos questionamentos, críticas e sugestões, bem como de agir para saná-las. Dessa forma, o clima ficará mais harmonioso, evitando conflitos ou até mesmo processos judiciais por conta de alguma falha não esclarecida de uma maneira saudável.

Invista em um ambiente acolhedor

Se o funcionário chegar para trabalhar e encontrar o banheiro sujo, os equipamentos desorganizados e com defeitos, certamente vai ficar desestimulado. Para evitar que isso aconteça, mantenha a organização em dia, assim como os ambientes limpos e propícios à qualidade de vida. É preciso que o colaborador se sinta bem no ambiente em que vai passar 1/3 do dia.

Implante programas de desenvolvimento

Motivar hábitos de sucesso é fundamental no processo de estímulo dos funcionários. A franquia Empresta, por exemplo, promove um programa ao longo de um ano com o objetivo de criar bons hábitos, exercitando a força de vontade, a importância dos grupos de apoio para autoconhecimento e autodeterminação, entre outros.

Com ações que enfatizam a gratidão, o elogio, o aprendizado, muitos colaboradores estão fazendo a diferença, demonstrando uma excelente evolução. Assim, eles se conhecem mais, ficam mais motivados e ainda recebem recompensas. São atitudes que melhoram o atendimento e a satisfação dos clientes, ou seja, contribuem com o sucesso da franquia.

Portanto, invista também na motivação de funcionários e faça com que sua franquia esteja sempre na vanguarda no meio de atuação.

E aí, ficou estimulado com nosso post? Então, assine a nossa newsletter e receba artigos interessantes em sua caixa de e-mail!

EMPRESTA NA MÍDIA: Quais os impactos da nova Lei de Franquias para o setor?

Com o objetivo de trazer mais transparência, nova lei pode ser uma porta de entrada para investir no negócio próprio

Nos últimos anos, não é novidade que o franchising se tornou uma das grandes apostas da economia mundial e, principalmente, no Brasil. Dados liberados constantemente pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), mostram que os números são cada vez mais positivos e a expectativa é que o setor cresça ainda mais nos próximos anos. Se por um lado, essa é uma excelente notícia para franqueados e franqueadores, por outro, é necessário manter cada vez mais cuidados para que os dois lados continuem sendo beneficiados. Foi exatamente com esse objetivo que começou a valer, no fim do ano passado, a nova Lei de Franquias.

A lei sancionada em dezembro de 2019, entra em vigor, no Brasil, a partir de março de 2020. Porém, devido a algumas mudanças, diversas dúvidas começam a surgir sobre a eficácia do novo texto dedicado ao franchising. “Os franqueadores e franqueados ficaram com pouco mais de dois meses para se adaptarem a nova lei. Isso pode ter causado um pouco de receio, mas, na realidade, ao entender a legislação  é possível perceber que ela vem em ótimo momento e irá auxiliar no crescimento e nos resultados do setor para todas as partes”, declarou o gerente de rede de franquias da Empresta Bem Melhor e especialista em gestão estratégica de negócios, Douglas Andrade.

O que muda com a nova Lei de Franquias?

A Nova Lei de Franquias (Lei n.° 13.966/2019) chega para revogar e substituir a antiga lei promulgada em 1994 (Lei nº 8.955/94). Com o novo texto sancionado pelo Presidente da República, as franquias precisam se adequar e colocar as novas regras em vigor até março desse ano. Douglas Andrade explica que a nova lei vem em um ótimo momento, principalmente, para que os investidores possam ter acesso mais informações, transparência e segurança jurídica relacionado aos processos do franchising.

O especialista comenta que as principais mudanças estão relacionadas as regras de concorrência territorial, transferência, prazos contratuais e de renovação, multas e indenizações, sendo necessário ter a COF (Circular de Oferta Franquia) ainda mais transparente e objetiva. “Outro ponto positivo que a lei resolve é a antiga discussão sobre sublocação do ponto comercial pelo franqueador ao franqueado. Agora teremos regras específicas para isso e ambas as partes estarão seguras ao fechar um negócio”, completou.

Sobre a Empresta Bem Melhor

Especializada em soluções financeiras, a Empresta Bem Melhor é uma rede de franquias presente em 8 estados, além do Distrito Federal. Seu objetivo é prestar serviços financeiros de forma segura e transparente para superar as expectativas dos clientes, parceiros e colaboradores, com lucratividade. Para conhecer mais, acesse: franquiaempresta.com.br

Fonte: Douglas Andrade, gerente da rede de franquias Empresta Bem Melhor. Formado em Ciência Contábeis, com MBA em gestão estratégica de negócios e Pós Graduação em gerenciamento de projetos (franquiaempresta.com.br).

reportagem: http://jornalbh360.com.br/noticias/2020/02/quais-os-impactos-da-nova-lei-de-franquias-para-o-setor/

Como funciona uma franquia? Tire suas dúvidas

Entender como funciona uma franquia é essencial para quem deseja empreender no setor. O modelo de franchising é muito bem aceito no país, pois, apesar de ter algumas particularidades, é bastante seguro e tem altas chances de sucesso.

Existem diversos tipos de franquia, desde aquelas que oferecem serviços de limpeza até de medicina e estética. Então, podemos dizer que há modelos para todos os perfis de empreendedores.

Neste post, vamos explicar como funciona uma franquia, falar um pouco sobre valores de investimento e sobre outros pontos importantes para quem deseja investir nesse modelo de negócio. Vamos lá?

O que significam os principais termos usados no franchising?

Há diversos termos utilizados nessa área que devem ser dominados por quem deseja abrir uma franquia. Vamos conhecer os principais deles?

Franquia

Franquia ou franqueadora é a empresa dona da marca da rede de franquias. Ela transfere os direitos de uso de sua imagem e do modelo de negócio criado por sua empresa para outros empreendedores, que devem seguir seus padrões estabelecidos pela marca.

Franqueado

O franqueado é o empreendedor que foi autorizado pela franqueadora a implantar uma unidade e distribuir seus produtos e/ou serviços. Ele é responsável pela abertura da franquia e por sua administração, além de ter que zelar pela reputação da marca.

Taxa de franquia

Trata-se de um valor cobrado pela franqueadora para que o empreendedor possa abrir o negócio. Essa cobrança é feita uma vez e é o maior investimento que o franqueado tem para iniciar as atividades.

COF (Circular de Oferta de Franquia)

Documento fornecido pela franqueadora que tem informações sobre a operação da franquia, questões jurídicas e econômicas. Nele, constam todas as obrigações do franqueado e as exigências da franqueadora em relação à cessão do direito de uso da marca.

Royalties

É uma taxa cobrada mensalmente sobre o valor do faturamento bruto do negócio. O valor é informado em contrato e depende do tipo de franquia e da marca. Algumas empresas não cobram esse valor do franqueado.

Quanto é preciso investir e como é a lucratividade?

Agora que você sabe como funciona uma franquia, é preciso entender sobre valores de investimento. Bom, isso depende do tipo de negócio que vai abrir. Existem modelos de microfranquias com valores abaixo de R$ 10 mil reais e marcas maiores que pedem investimento superior a R$ 1 milhão de reais.

O faturamento do negócio também depende do tipo de franquia e do empenho do franqueado. A Franquia Empresta, por exemplo, tem taxa que varia entre R$ 40 e R$ 70 mil reais, dependendo do tamanho da cidade e a receita bruta dos franqueados é em média de R$ 25 mil por mês.

Como é o suporte prestado pela franqueadora?

A franqueadora oferece todo o apoio ao franqueado, desde a escolha do ponto comercial até o treinamento sobre a gestão do negócio. Os funcionários também são treinados para oferecer o padrão de qualidade no atendimento estabelecido pela marca.

Além disso, a franqueadora deve fornecer materiais para orientar os franqueados sobre o funcionamento do negócio. Estes ainda contam com consultores especializados, que ajudam no crescimento da empresa.

O suporte oferecido pela Franquia Empresta é tanto para o setor operacional quanto comercial durante toda a vigência do contrato.

Qual é a diferença entre uma franquia e outros modelos de negócio?

Uma franquia é um modelo de negócio que já foi testado e aprovado. Então, o empreendedor só deve seguir o padrão desenvolvido pela franqueadora. Já em outros tipos de negócio, você cria sua empresa do zero e desenvolve seu próprio plano de negócios.

Agora que você já sabe como funciona uma franquia, pode cogitar a ideia de investir nesse tipo de negócio. Com foco, trabalho árduo e determinação, o sucesso é somente uma questão de tempo.

Gostou do post sobre o funcionamento de uma franquia? Que tal descobrir agora como escolher o melhor modelo de franquia para você?

Metas para o ano: saiba como realizar seus objetivos

Você já fez metas para o ano? Todo janeiro planejamos os objetivos para serem cumpridos, criamos cronogramas com prazos estabelecidos para a vida profissional e pessoal. Mas os compromissos do dia a dia geralmente inviabilizam algumas concretizações.

Essas resoluções podem parecer bobagens para algumas pessoas, já para outras é o direcionamento para os próximos 12 meses. Quer saber como conquistar as metas diante de tantos empecilhos? É o que vamos mostrar neste artigo. Continue a leitura e aprenda a ter disciplina para conquistar seus sonhos.

Defina metas claras e objetivas

Pensar em ser feliz ou ter uma vida saudável é muito subjetivo, assim como querer ganhar mais dinheiro. Para ter metas objetivas, é necessário saber o que traz felicidade, realização e sucesso para sua vida. Por exemplo, se neste ano você pretende desenvolver uma mentalidade empreendedora, estudará sobre o assunto dois dias por semana no período noturno. Desse modo, haverá clareza em suas metas.

Escreva-as no computador ou papel

Para que o cérebro trabalhe a seu favor, ele precisa visualizar seus desejos. Por isso, utilize as metas SMART. Anote tudo que pretende realizar neste ano. Seja detalhista e específico, como pesquisar sobre o mercado de franquias todo domingo à tarde para começar a empreender. Dessa forma, saberá que naquele dia deverá procurar os mercados mais atrativos para você.

Crie um plano de ação para alcançá-las

Uma das formas para concretizar seus sonhos é dividi-los em metas menores para pôr em prática. Por exemplo, enquanto pesquisa sobre as franquias, vá estipulando o quanto deverá poupar para ter o dinheiro do investimento, como fará para ter uma renda extra e analise se quer um negócio on-line ou físico.

Determine um cronograma para os planos

Cumprir nossas propostas mantém a motivação porque você sempre lembrará de suas conquistas. Assim, coloque em um mural ou na parede sua lista de desejos, considerando suas prioridades.

Após, detalhe o plano de ação para cada uma dentro de prazos curtos, médios e longos colocando também o dia e o mês. Desse modo, à medida que for concluindo, vá riscando. Uma sugestão: você pode começar atingindo a meta de economizar R$ 300 por mês.

Mude hábitos para se tornar empreendedor

Não é uma tarefa simples, mas, com pequenas atitudes, obterá êxito dentro do ciclo da transformação. A dica é simplificar as metas, como não assistir mais novela e usar o horário delas para estudar sobre empreendedorismo.

Pare de procrastinar

Temos o costume de adiar as tarefas que são relevantes porque elas geralmente são mais difíceis ou complexas. Contudo, esse ato de procrastinar gera desgastes, retrabalhos e compromete o desempenho e o equilíbrio emocional, podendo provocar estresse e baixa resistência do organismo, abrindo espaço para diversas doenças.

Portanto, se quer realmente concretizar as metas para o ano, descubra os horários em que é mais produtivo e se afaste das distrações. Siga a frase clichê “foco, força e fé”, pois, além de ter organização e planejamento, é preciso se arriscar e confiar em sua capacidade.

Quer ficar bem-informado? Assine nossa newsletter e receba mais artigos no seu e-mail.